O filme que não precisava de um livro

19/01/2016

Ano passado eu resolvi comprar o livro Simplesmente Acontece (Love, Rosie), porque tinha visto o trailer do filme que seria lançado e me interessei. Comecei a leitura e achei meio estranha a narrativa... talvez a tradução tenha ficado meio tosca nas conversas de e-mail entre as personagens. Apesar disso, continuei firme até o final.


Trata-se da história de Rosie e Alex, dois amigos que cresceram juntos e que gostam um do outro, mas que ficam enrolando pra se declararem. Ao invés de serem objetivos, ficam com vários medos e inseguranças e preferem acreditar em suposições. A vontade que dá é de chacoalhar esses dois pra ver se eles acordam pra realidade, porque de uma coisa eu sei: a vida é complicada, mas o ser humano tem o dom de complicá-la mais ainda. 

Eu juro que esperava algo a mais daqueles dois dias que passei lendo a trama. O contexto, no geral, me lembrou bastante "Um Dia", do David Nicholls - que é um dos meus livros favoritos -, só que de um jeito mais mal escrito. Se outra pessoa tivesse escrito, talvez o objetivo da história teria sido alcançado.

Apesar de ter 448 páginas, o livro inteiro é feito em cartas, então a leitura flui mais rápido. Não gostei disso, porque parece que ficam buracos imensos na história e a gente fica meio "pera, como assim, já passou tudo isso de tempo? mas e o que aconteceu antes??". Senti falta de um narrador que nos contasse algo a mais do que a Rosie e o Alex gostariam de mostrar.

ISBN: 9788581636696
 Editora: Novo Conceito
Páginas: 448
★★★

Onde comprar: Saraiva | Submarino | Livraria Cultura

Meu perfil no SKOOB


Dia desses, eu estava viajando pelo Netflix e vi que o filme de mesmo nome estava disponível pra assistir. Relutei um pouco, mas resolvi dar uma chance. E não é que gostei? Cara, que filme fofo! O modo como a mesma história me foi contada, através daquela fotografia incrível, me deixou tão feliz. Dei 5 estrelas pra ele no Filmow. Para assistir ao trailer, clique aqui

Isso me leva à conclusão de que uma história pode ser incrível, mas se for mal contada, perde a graça. Essa conclusão serve tanto para livros, como para filmes. É como uma aula de história na escola: se o professor não souber conduzir a sala, o assunto se perde e se torna chato.

Por mim, Simplesmente Acontece seria apenas um filme, desses que a gente assiste pra ficar felizinho em tardes chuvosas. Como não curti o livro e só gosto de guardar os que me agradaram, eu vou enviar o meu pra quem tiver interesse (só peço que paguem o frete!). Não pretendo fazer sorteio, nem nada. Quem se interessar primeiro, me manda inbox no facebook e a gente conversa! 

Você poderá gostar também:

24 comentário (s)

  1. Esse tipo de enredo "amigos que se gostam, mas não se declaram" é tão clichê, mas mesmo assim parece o tipo de assunto sobre o qual as pessoas sempre tem o que acrescentar. Eu, particularmente, gosto de livros assim, é bom pra distrair a mente, pensar em coisas amenas e romances me deixa felizinha, principalmente nos dias de chuva.

    Até que me interessei pelo livro, mas lembrei que não faz muito tempo baixei ele pelo lelivros, então talvez leia ele em uma tarde tediosa de domingo rsrs.

    Gostei da resenha e concordo muito com você, uma história pode ser incrível, mas se for mal contada perde totalmente o encanto.

    Beijão, Manie.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. também adoro esse tipo de livro, Mayra! pena que não gostei muito de como esse foi escrito :(

      Excluir
  2. O engraçado é que de acordo com o que você posta, meu interesse segue o rumo do que você fala sobre. Como a Mayra falou, é um enredo clichê, que não custa nada ser lido. Tudo bem que tenho uns vinte só pra ler aqui em casa, mas tá marcado aqui. Qualquer dia, que me dê vontade de ver uma história melosinha e amorzinho eu dou uma lida.

    Beijo, Selma Barbosa | Quinta Gaveta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. saudade de ter vários livros na estante esperando para serem lidos hahaha agora tenho contadinho os pro mês!

      beijo sel!

      Excluir
  3. oi, oi.

    só não vou mandar mensagem pra ti pq tbm não curti o livro. comecei a ler em pdf mesmo e logo parei. e, sinceramente, concordo contigo: o filme foi uma coisa linda. eu quase chorei no final quando o cara aparece. por um momento pensei que eles não iam ficar juntos. ;)

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tá vendo? então não tô doida! o filme é muito amor, mas o livro deixou muito a desejar D:

      Excluir
  4. Eu só assisti ao filme e ainda não li o livro, mas eu ainda quero ler em kkk Embora seja clichê eu amo histórias assim kkk E achei bem estilo "Um dia" um dos meus romances preferidos

    http://meusdespropositos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. leia sim, alyne! espero que goste mais do que eu :D

      Excluir
  5. Gente, ainda bem que não li, né?! Vi o filme num desses dias que a gente só quer um negocinho de romance, e sabia que ele era baseado em um livro, mas achei tão fraquinho que acabei perdendo o interesse em comprar. Também me lembrou muito "Um Dia", e quanto mais livros desse jeito eu leio, mais me parece que ninguém sabe fazer esse tipo de história fluir tão bem quanto o David Nicholls (o que é uma pena). Acho os personagens meio mal construídos, principalmente o Alex, e só dei duas estrelas pra ele no Filmow. Não sei se é o hábito com esse tipo de história, mas acho que nem no filme ela conseguiu ser bem contada pra mim. :(

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. poxaaaa o filme é tão amorzinho ♥ não chega nem perto de Um Dia, mas ainda sim me fez gostar :)

      Excluir
  6. seu título resume meu sentimento sobre o filme e o livro. O filme é fofinho mesmo!

    ResponderExcluir
  7. Emocionada porque assisti ao filme semana passada nessa coisa linda chamada Netflix que me dei o luxo de assinar por um mezinho só!!!!! (ta acabando, me abraça)
    Achei o filme fofo e até fiquei curiosa pra comprar o livro por também ter notado a semelhança gritante com Um Dia, mas essa não é a primeira resenha falando das partes não tão-boas-assim dele e acho que vai ficar pra mais tarde, viu :(
    Beijos!

    Novembro Inconstante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHAHA abraço
      (uso a conta de um amigo, dai quando ele atrasa o pagamento, eu entro na conta de um outro amigo... e minha vida tá baseada nessa alternância de contas!)

      Excluir
  8. Oi Manie!
    Você disse uma coisa muito verdadeira, a história muitas vezes é incrível, porém mal contada, e sempre pensei isso em relação aos professores na escola haha muitas matérias eu amava, mas o professor não dava uma aula boa.
    Não tenho interesse em livros desse estilo (romance, etc.), mas gosto de filmes assim, já tinha visto o trailer também e é bom saber que tem na netflix, vai pra listinha!
    Beijos ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim! o que importa não é a história, mas como ela é contada ♥

      Excluir
  9. AMO esse filme. Estava louca para ler o livro, mas depois da sua resenha, acho melhor continuar amando o filme <3

    ResponderExcluir
  10. AI, FINALMENTE ALGUÉM QUE PENSA COMO EU!!!!!!!!
    Eu vi o trailer do filme e fiquei louca querendo ver mais um clichê amorzinho. Ganhei o livro. Comecei a ler e fiquei: Não, pera, não é possivel, que tristeza.
    Eu fiquei super perdida no tempo, não conseguia visualizar muito bem as cenas que eram descritas, enfim, me decepcionei. Quando assisti o filme, minhas expectativas foram correspondidas e tirei a mesma conclusão que você.
    Fica aí pra vida: não julgueis um filme pelo livro (e vice-versa).

    http://amorecando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahah vou levar essa frase pra vida!

      Excluir
  11. nããããão eu odiei esse filme :~~~~~~~~ hahahaha
    pra mim só se salvou por motivos de: finnick (ou sam clafin)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. migaaa então nem chegue perto do livro! hahahahahahaha

      Excluir
  12. Oi Manie, vim aqui só pra agradecer essa resenha maravilhosa, você falou tão bem desse filme que me despertou curiosidade, eu li sua resenha ontem e assisti hoje e amei esse filme, tão simples, e tão lindo, eu amo filmes desse gênero que retratam a realidade de uma vida real, se tiver mais dicas como essa posta por favor rs. bjs :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ai, que legal! fico feliz que tenha gostado do filme e que tenha assistido depois da minha resenha :D se eu pensar em mais algum filme desse tipo, eu resenho. tem um chamado 'about time' que é muito bom.

      Excluir