Dias Perfeitos, um suspense nacional

27/06/2015


Quando comecei a mergulhar no universo literário, praticamente tudo o que eu lia era nacional. Sempre tive uma quedinha especial por policiais e suspenses, por isso lia bastante Série Vagalume e seus clássicos "O mistério do 5 estrelas", "O enigma da televisão" e "Um cadáver ouve rádio" estão entre meus favoritos daquela época. 

Por isso, assim que o Tadeu me apresentou Dias Perfeitos, do Raphael Montes, eu logo de cara já tive uma boa impressão da obra. Não só pela capa - que, por sinal, é maravilhosa -, mas por saber que se tratava de um suspense nacional.

Tenho preferência por literatura realista, mas estou quebrando o "preconceito" literário com fantasias lendo a série Harry Potter (e estou apaixonada... alguém me faz parar de ler!). Mesmo assim, não tem como negar que eu amo cenários brasileiros, nomes comuns, coisas que me aproximam do meu dia-a-dia e que, ao mesmo tempo, transformam o cotidiano em algo poético.


Estamos no Rio de Janeiro, num cenário contemporâneo. Téo é um estudante de medicina sem amigos que conhece Clarice, uma garota extrovertida e autêntica. Logo de cara, apaixona-se pela moça de uma maneira totalmente obcecada e começa a se aproximar dela. Isso me fez pensar que o rapaz fosse doente, mas depois conclui que ele é 1) mimadinho, 2) machista, 3) homofóbico, 4) intolerante e 5) acha que o mundo gira ao redor do seu umbigo. 

Tive raiva do Téo da mesma maneira que senti raiva do Lorde Henry, personagem do O Retrato de Dorian Gray (tem resenha aqui!). Não consegui em momento algum compreender sua possível loucura e muitas vezes tive vontade de fazer ele se tornar real só pra dar uns tiros nele (violenta). Porém, creio que essa tenha sido a intenção do Raphael e por isso tenho que admitir que ele tá realmente de parabéns. Construiu uma personagem que causa algum sentimento nos leitores e não algo vazio e sem graça.


A leitura é intensa e flui muito bem, daquele jeito que você não consegue parar pra dormir, sabe? Confesso que nas últimas páginas, fiquei até com medinho de ficar sozinha na sala, porque senti algo muito estranho. Esse Téo mexe mesmo com a gente, hein?

Não posso falar o que achei do final, porque não encontrei uma maneira de expor minha opinião sem dar spoiler, então sugiro que leiam. Os links para obter o livro estão ali embaixo!

ISBN: 9788535924015
 Editora: Companhia das Letras
Páginas: 274
★★★★

Onde comprar: Cultura  / Saraiva / Submarino

Meu perfil no SKOOB

Você poderá gostar também:

16 comentário (s)

  1. Esse livro é foda. Só não dá pra esperar muito do final haha

    ResponderExcluir
  2. Fiquei super curiosa atras desse livro agora e concordo totalmente com vc: cenarios nacionais me deixam mais interessada na estoria, pq me trazem uma sensação de familiaridade com os personagens. Um beijo!

    www.eunomadiando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Dos livros que você citou o único que eu li foi o "Mistério dos 5 Estrelas". Nunca fui muito chegada em livros brasileiros, e admito que tenho um pouco de vergonha disso. Vi uma resenha do Gabriel no "Cabine Literária" sobre esse livro e fiquei muito interessada, mas depois de um tempo acabei esquecendo dele então sua postagem me ajudou a lembrar disso. Vamos ver se nesse ano, ou no ano que vem, eu começo a ler mais livros brasileiros.
    http://viagem-a-terra-do-nunca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que leia mesmo, gabriela, esse livro é fantástico :D tá baratinho no submarino, tenta comprar! beijos ♥

      Excluir
  4. Gente eu pirava na série Vagalume e na Entre Linhas. Medo de ficar sozinha? Nossa, deve ser muito bom mesmo! Eu também amo literatura nacional. Tem autor daqui que é até melhor do que os estrangeiros. Uma pena que brasileiro tem a mente voltada pros outros países, né? Sabe um que mistura fantasia, mas cenário real brasileiro? Sangue de Lobo. É totalmente incrível, recomendo. Se passa entre São Paulo e Minas.

    Beijos, Sel | Quinta Gaveta ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. verdade, sel. é uma pena que muitos deixem de ler coisas nacionais só por serem nacionais. vou procurar mais sobre a sua indicação! obrigada :3

      Excluir
  5. Aaaaah, acho q eu comentei num dos seus posts de livro que tinha uns livrinhos q eu via com umas ilustras legais na capa que eu n tinha certeza se era da série vagalume mesmo, esse do 5 estrelas é exatamente o que mais me marco a ilustra da capa. O hotel e o carinha que estaciona os carros na frente só aparecendo os olhos, já me dava o ar de que era um livro de suspense.

    E livro de fantasia é daoraaaaaaaaaaaaaaaaa serio, lê mais deles tbm <3 Ainda vo te dar um História sem Fim pra ler! riririri

    Bejão!! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. simmm... esse livro eh sensacional (8)

      Excluir
  6. Parece legal. Deu vontade de ler. Boa noite. Bjos.

    ResponderExcluir
  7. Como não apreciar uma literatura tão rica como a brasileira? A nacionalidade poética é gritante dentro de mim e adoro conhecer obras novas como acabou de acontecer, o livro parece ser incrível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo plenamente com você, lívia!

      Excluir
  8. Manie :D

    Não estou acostumado com livros desse segmento nacionais, gosto muito de policial e suspense, mas compartilho o seu ritmo, estou muito acostumado com os clássicos rs Porém nesses últimos tempos descobri um bem bacana também, chama-se O Corpo Morto de Deus, é nacional e creio que tu irás se amarrar.

    Vou dar uma outra olhada nesse Dias Perfeitos, suas palavras soaram bem, então creio que valha a pena.

    Isso aí,
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vou procurar, assim que terminar de ler HP!! obrigada pela sugestão!

      Excluir