Dom Casmurro, meu xodózinho

25/10/2013

A gente é obrigado a ler na escola como se isso fosse um castigo, o que faz com que muito aluno tenha ódio mortal do Machadinho. Os professores querem nos mostrar uma linguagem diferente, que era muito comum antigamente - até mesmo um português de Portugal do século XIX - pra muita gente que nunca leu nem Chapeuzinho Vermelho. A desculpa é a mesma: o aluno tem que saber as obras antigas.

Mas hoje, quebrando esse conceito sem lógica que a escola nos impõe, vim aqui contar rapidinho pra vocês o quanto eu amo DOM CASMURRO (felicidade saltitando aqui, pera gente).


Li esse livro pra aula de literatura no segundo ano - se não me engano - do médio e me apaixonei. O único momento ruim da leitura foi no ônibus, quando o senhor que tava ao meu lado me soltou o spoiler mais inconveniente da história literária, que não convém ser dito aqui.

Gente, o Bentinho é a coisa mais realista desse mundo. Sendo o narrador personagem, nos mostra mil e uma coisas que se passam na cabeça dele, principalmente inseguranças. Ele e Capitolina - a nossa diva Capitu - passam a infância juntos e é a partir dessa relação de amizade que a história se cria.

O objetivo dele é atar as duas pontas da vida, ou seja, narrar sua história desde a infância até a velhice. Por isso, um recurso usado é o famoso flashback, nos proporcionando uma intensa viagem no tempo. 


Se você não sabe nada sobre esse livro, não procure o porquê do título, nem debates polêmicos sobre a trama, se não perde a graça de ler. Bom mesmo é ler do começo ao fim e ir descobrindo coisas por si só, ao mesmo tempo em que tenta desvendar o que se passa na cabeça do tal do Bentinho.

Para os interessadjinhos, há uma minissérie que foi transmitida pela Globo e que eu, particularmente, amei (dá até pra acompanhar com o livro na mão). As personagens foram hiper bem interpretadas, na minha opinião, e as cenas foram fielmente retratadas. E a trilha sonora com Elephant Gun, do Beirut? Perfeito.


Aqui vai o teaser pra vocês:

Retórica dos namorados, dá-me uma comparação exata e poética para dizer o que foram aqueles olhos de Capitu. Não me acode imagem capaz de dizer, sem quebra da dignidade do estilo, o que eles foram e me fizeram. Olhos de ressaca? Vá, de ressaca. É o que me dá idéia daquela feição nova. Traziam não sei que fluido misterioso e enérgico, uma força que arrastava para dentro, como a vaga que se retira da praia, nos dias de ressaca. Para não ser arrastado, agarrei-me às outras partes vizinhas, às orelhas, aos braços, aos cabelos espalhados pelos ombros, mas tão depressa buscava as pupilas, a onda que saía delas vinha crescendo, cava e escura, ameaçando envolver-me, puxar-me e tragar-me. Quantos minutos gastamos naquele jogo? Só os relógios do céu terão marcado esse tempo infinito e breve.

Quanto detalhe lindo pra falar de um olhar... (suspirando)


É sério, minha gente, vocês vão se apaixonar. Depois que virarem a última página saberão que leram uma história encantadora e eternamente enigmática.


Meu perfil no SKOOB

Você poderá gostar também:

16 comentário (s)

  1. Eu poderia até mesmo reclamos de algumas obras que meus professores me obrigassem a ler. Se fizessem isso. Meus professores, minha escola não se importa com a leitora. Nossa biblioteca é uma das piores. Meu coração pesa a saber disso. E o fato é que não posso fazer muito. Nunca li Dom Casmurro, mas quero ler. Definitivamente; depois desse post.

    ACESSO PERMITIDO.
    http://acessopermitidoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é, esqueci de deixar o outro lado da moeda no post... mesmo assim, Elcimar, você acha Dom Casmurro em qualquer sebo ou livraria, até mesmo na internet. é muito lindo mesmo!
      não desanime porque a sua escola não incentiva a leitura: faça a sua parte para você mesmo, mergulhe nesse universo que você não vai se arrepender ^-^

      beijos!

      Excluir
  2. Minha professora tinha verdadeira paixão por Dom Casmurro (e pelo Machadão) e fazia questão de pedir pra gente ler o livro e cobrava em fichas de leitura. Ela falava com tanto amor, com tanto carinho sobre Capitu e Bentinho que era impossível não sentir pelo menos curiosidade pra saber um pouco mais sobre a história deles. Eu li o livro, assisti a minissérie exibida pela Globo e a partir dai virei fã incondicional da obra. Tive até um blog há um tempo, "Olhos de Capitu", que era meu xodó.

    É o tipo de leitura obrigatória que dá gosto de ler. <3

    devorava-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oun que bonitinho, cê tinha um blog com esse nome çç
      eu sou apaixonada por eles dois, eternamente!
      obrigada pela visita, Brendha!

      Excluir
  3. Não conhecia essa historia. Gostei. Beijos!

    http://theseriessevenwand.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a história é linda, Ivan! assiste a minissérie pra você ver se dá vontade de ler o livro ^-^

      Excluir
  4. Oi Manie!
    Ai, fiquei até com vontade de dar uma outra chance ao Dom Casmurro agora! <3
    A gente fica com muito preconceito por conta das obrigações impostas pela escola e tal. :~
    Bom fds pra você, linda. :)
    Bjs, Ju.
    http://nuvemliteraria.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. dê sim, Ju, vale muito à pena! dom casmurro <3

      beijos e bom final de semana procê também :D

      Excluir
  5. Dom Casmurro, awn...
    Lindo teu blog moça.
    Boa noite. Bjos. "_"

    ResponderExcluir
  6. Eu li esse ano - e olha que coincidência!, estou no 2º ano também - sem imposição alguma, aliás com a minha própria imposição, porque eu simplesmente me obrigava à lê-lo.
    "Puxa, como um dos clássicos mais comentados ainda não foi lido por mim?" "Eu, com preconceito com um livro?" "Tenho que dar um chance" e mais um montes de pensamentos povoaram a minha cabeça, mas mesmo tendo vários exemplares iguaizinhos na minha biblioteca não o coloquei no meu histórico de leitura da minha ficha da biblioteca, até que meu pai, que estuda e se forma no Ensino Médio esse ano, o ganhou da escola (ele estuda na mesma escola que eu e já ganhou uns 5 ou 6 livros, e ninguém de dá nada ~snif, snif~ ç.ç - Mas eu peguei todos pra mim, e ele nem disse nada) e aí pensei que já que tinha ele em casa era melhor desvendar que era esse tal Dom tão comentado por aí... E simplesmente não pude mais parar de ler. Qualquer minutinho de folga era motivo pra mais uma lida e exclamados "OHs!" e "Será que é isso?", e quando terminei (Chateada por ter que deixar todo meu mundinho do século XIX pra trás) mal pude me conter. Era impossível não ficar no questionamento final "Foi ou não foi", e mesmo a maioria das pessoas dizendo que Bentinho era louco e via coisa que não existia, ou seja acham que não foi, e eu acho que aconteceu sim, e você? Mesmo assim amo Capitu, e sempre fiquei imaginando os olhos dela... Ah, olhos de cigana oblíqua e dissimulada... Outro personagem que eu tenho muito carinho por ele é José Dias. Sério, amo a mania de pôr superlativos em tudo e da maneira graciosa que ele descreve a Europa... ♥
    Sério, até hoje não me perdoo por ter demorado tanto pra ler, mas agradeço à Deus por finalmente ter lido, porque também morro de amores por Dom Casmurro, e tive vontade de dar um abraço de urso no Machado, hehe, e me imaginei conversando com ele:
    - Me conta aqui essa história dos olhos da Capitu, e... Foi?
    Bjo, Sel ;*

    Jovens Gordinhas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha imposição própria
      caracaaa, seu pai ganha livros da escola? eu nunca ganhei! uma vez a bibliotecária do fundamental me deu um porque tava caindo aos pedaços e ninguém queria :/ haha

      SPOILERRRRR:

      olha é difícil ter uma opinião concreta sobre isso, viu Sel, mas eu acho que a Capitu é inocente.
      acho que eu só teria uma opinião bemmm convincente se houvesse um livro chamado Capitu. assim poderia ver o ponto de vista dela também e ter alguma ideia!

      hahahah quando a gente partir dessa pruma melhor, a gente troca uma ideia com o Machadinho!

      obrigada pelo comentário, Sel!! beijos :D

      Excluir
  7. Ai, Manie!!!
    Que saudade que você me deu desse livro! Sou apaixonada por ele e indico pra todo mundo que tem um pé atrás com literatura brasileira, porque ele é uma preciosidade.
    Preciso relê-lo logo e como eu queria que tivesse um outro livro chamado "Capitu", embora eu goste da dúvida que fica no ar, porque deixa a gente livro pra fazer suposições hahah
    Beijosssssss e ai se o mundo tivesse mais livros assim... <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *---*
      eu sempre escolhia ele pra fazer seminário hahaha
      eu também queria um com o título de Capitu, assim seria mais fácil ter alguma opinião sobre o final!

      beijinhossss! obrigada pela visita! *-*

      Excluir
  8. Eu assisti na Globo e amei. Na época até baixei e gravei em cd. hahaha
    Me interessei em ler agora.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nossa! hahaha que demais
      obrigada pelo comentário! ^-^

      Excluir